Conheça as empresas Max Termoplásticos, MA Etiquetas e SPCIC, expositoras da 11ª Febrac

Três grandes fornecedores de insumos para o setor calçadista têm presença confirmada na 11ª Febrac: Max Termoplásticos, MA Etiquetas e SPCIC.

 

Max Termoplásticos
Com mais de dez anos de experiência no mercado, a empresa vai expor as novidades na sua linha de compostos. Investe continuamente em pesquisas e novas tecnologias para agregar valor ao produto final, com confiabilidade e a segurança de um produto uniforme, sem oscilações, característica que o diferencia dos demais.

Para isso, a empresa conta com laboratório próprio, que garante a precisão em todo o seu processo de fabricação, trabalhando em duas frentes: uma que tem como foco pesquisas e desenvolvimento e outra que aplica os testes padrão exigidos pelos órgãos reguladores. Nenhum produto sai da empresa sem passar por uma rigorosa avaliação.

Visite o estande da Max Termoplásticos: avenida B, estande 27.

 

LOGO MA Etiquetas

MA Etiquetas
Com foco na comercialização de etiquetas adesivas e na revenda de Ribbons, a M.A Etiquetas se estruturou de forma sólida e planejada, afim de garantir um atendimento diferenciado. Desenvolve produtos personalizados com preços e prazos competitivos.

A MA Etiquetas trabalha com as principais medidas de etiquetas adesivas brancas e coloridas, além de Ribbons para diversas impressoras. Conta com os principais fornecedores do mercado, como Fasson, Ritrama, Inside Iimak, entre outros.

Visite o balcão comercial da MA Etiquetas: avenida B, balcão 25B.

 

SPCIC

SPCIC
Assim como o setor varejista possui bancos de dados com informações de crédito, como o SPC, Serasa e, mais recentemente, o SCPC, o setor calçadista deu um passo à frente e criou seu próprio sistema de proteção ao crédito: o SPCIC. Completando quase um ano de existência, o SPCIC – Sistema de Proteção ao Crédito da Indústria Calçadista já conta com quase 70 fabricantes de calçados associados, que ao inserirem informações dos lojistas inadimplentes, compartilham as informações com os demais usuários e criam assim uma rede interligada que protege o setor calçadista. Todos os associados possuem acesso ilimitado ao banco de dados, podendo, a qualquer momento, consultar o sistema por um preço fixo e bem acessível.

Ao inserir os títulos vencidos e não pagos, o associado automaticamente envia pelo sistema uma notificação de cobrança ao lojista, convidando-o a efetuar o pagamento o quanto antes para que seu CNPJ não seja negativado junto ao SPCIC. A negativação de lojistas devedores é 40% mais eficaz que em outros métodos de cobrança. Além disso, com esse banco de dados o produtor de calçados evitará dar crédito ao lojista que está inadimplente perante outro associado. Filiado ao SINDINOVA, o SPCIC se tornou uma ferramenta que une o polo e o fortalece.

Visite o estande do SPCIC: avenida B, estande 22.

 

Antônio Azevedo
Assessoria de Comunicação | Sindinova
(37) 3228-8500 | comunicacao@sindinova.com.br